domingo, 30 de setembro de 2012

Voo 2515 FOTO RECORDAÇÃO DA EQUIPA ASA.







Joaquim Santos
Esp.MRádio
Lisboa


Boa tarde Comandante,
Envio uma foto de recordação dos tempos vividos na BA12 quando nos juntávamos para umas partidas de andebol.

No alinhamento da equipa da ASA recordo de alguns que tenho cruzado nos últimos convívios.
Haverá no entanto alguns que já faleceram ou desconhecido o seu paradeiro.
Se o Comandante ou demais companheiros se recordarem através da foto, fico aguardar noticias.

Cumprimentos,
Joaquim Santos.

VB: Companheiro destes lembro-me eu,os que não têm nome não sei.
Infelizmente o Escolinha já nos deixou á algum tempo.

Voo 2514 O QUE FAZ ALI AQUELE RAPAZ SOZINHO?






João Henrique
Esp.MRádio
Vancouver
Canadá




Saudações especiais e o respetivo pedido para aterrar.

  Há já algum tempo que não voo, mas não quero dizer que não visite esta base.
  Tenho entrado todos os dias pela porta de armas e assisto a todo o movimento, tenho também muita vontade
  de desabafar um pouco para aliviar a minha revolta, mas será guardada para outras ocasiões.
  Quero também manifestar a minha satisfação pela maneira como correu o último convívio e a pena de não poder
  ter estado presente e conhecer pessoalmente esses especialistas mais velhos do que eu e ouvir da boca deles
  as muitas historias que sempre se continuam a contar.

  Também gosto de assistir as aterragens que vem dos Açores de onde chega sempre gente boa, também aqui em Vancouver
  estou rodeado de açorianos, bons amigos e grandes portugueses.
  Tenho pena de não ter mais do meu ano para podermos conversar mais diretamente, mas vou assistindo as vossas.
  Um abraço especial para todos.

João Henrique

VB.Olá João.
Realmente já tínhamos estranhado a tua ausência nesta Base,mas felizmente chegaste.
Pois também a nós nos é incutida a mágoa de não te ter-mos num encontro. Esperamos que comeces a planear a longo prazo o nosso habitual encontro no último sábado de Maio de 2013.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Voo 2513 LIGA DOS COMBATENTES HOMENAGEIA ESPECIALISTA DA FAP,EX-COMBATENTE.







Fabricio Marcelino
Esp.MMA
Leiria




Caro comandante e restantes colegas.
Como era do vosso conhecimento, a Câmara Municipal de Leiria em colaboração com o núcleo de Leiria da Liga dos Combatentes, homenageou hoje os combatentes do concelho de Leiria, vivos e mortos.
É de enaltecer esta atitude muito nobre da parte da Câmara Municipal e é pena que outros Municípios não sigam este exemplo muito digno.
Após a missa celebrada na Sé Catedral de Leiria, em memória dos militares falecidos, seguiu-se a colocação de fores e inaugurada uma placa alusiva, no memorial dos combatentes. Seguiram-se os discursos de ocasião. Primeiramente pelo Presidente do núcleo de Leiria da Liga dos combatentes, seguidamente o Presidente da Câmara, depois o Presidente nacional da Liga,Ten.Gen.Chito Rodrigues, homem de grande valor, que merece todo o nosso respeito, terminando o Secretário de Estado Adj. da Defesa Nacional.




Seguidamente foram entregues medalhas de campanha a 2 militares e, uma lembrança a cada combatente, seguindo-se o desfile dos combatentes, que marcharam ao som da fanfarra do RAL4,onde se seguiu um lanche.
Parabéns aos promotores 

Fabricio Marcelino

Voo 2512 UMA PRECIOSIDADE.









Nuno Almeida
Esp.MMA
Lisboa



Comandante, permissão para aterrar, que o combustível está caro e não dá para andar às "voltinhas".
Venho dar ao conhecimento a existência do Museu da Guerra Colonial, em V. N. Famalicão, com um espólio fantástico de recordações e de histórias que mostram o quão foram, e para alguns ainda são, difíceis tempos marcantes numa geração.
Como exemplo aqui vos trago uma preciosidade do Museu da Guerra Colonial:
Em 1971 um furriel recebeu 151$00 (0,75€) (extra pré) por ter levantado minas!!! 



A vida humana não tinha qualquer valor (tal como agora) para quem nos governava!!!
Um abraço e desejos de altos voos (de preferência em planador que fica mais em conta)

-- Nuno «;o)

VB: Bom Dia Nuno.
Ainda com a agravante de ser um Furriel Enfermeiro!
Infelizmente, hoje só se fala de Fundações e de Museus com interesses pessoais. No entanto não deixo de me culpabilizar a mim próprio e a mais, no mínimo,500.000 companheiros que vamos enviando mail’s que para “eles” não passam de anedotas.

domingo, 23 de setembro de 2012

Voo 2511 SÃO DOIS F84G-THUNDERJET.





Fabricio Marcelino
Esp.MMA
Leiria




Boa tarde Comandante e, restante tripulação desta grande aeronave, carregada de Especialistas, das várias áreas aeronáuticas! Pilotagem e técnica de aviões é connosco!
No Voo 2508,o António Loureiro afixou algumas fotos de um avião desventrado, que já deu muito à nossa Força Aérea Portuguesa e, como é lógico, ao país. Loureiro, dizes que deve ser um avião predilecto da minha pessoa. De facto é do meu tempo, embora eu nunca trabalhasse nele, pois fui colocado logo no F86F! Este avião, segundo os pilotos é muito fiável, no qual tinham muita confiança.
 


Trata-se dos aviões F84G-Thunderjet que entraram ao serviço em Janeiro de 1953,sendo criada a Esquadra 20 e, posteriormente a 21, na BA2-OTA.O nosso colega Cap.Pilav. Fernando Moutinho, é que voou bastantes horas neles, pois começou a pilotar estes aviões em 04 de Maio de 1954,ainda com o posto de furriel e, segundo a sua página, voou 1.408,50 horas neles, tanto cá, como em Angola. É obra de grande piloto, com o qual tive o privilégio de privar, no dia a dia, na linha da frente da Esquadra 51,com o F86F,na BA5,para quem envio um grande abraço.
No dia 01 de Julho de 1955,deu-se um acidente com 8 destes aviões na Serra do Pilar, próximo de Coimbra e faleceram os 8 pilotos.
Em 1961, Começaram a ir para a BA 9-Luanda e, alguns também para a BA 10 Beira-Moçambique. Chegaram a estar ao serviço 125 destes aviões e voaram até 1974,quando o último foi abatido ao efectivo.
Um abraço
Fabricio Marcelino

Voo de Ligação:

Voo 2510 DIA DO AERÓDROMO DE MANOBRAS 1,MACEDA.








Aeródromo de Manobra Nº1
Dia de Base Aberta nas Comemorações do 60º aniversário FAP



Programa dia 29 de setembro:
14H30 - Abertura ao público;
- Abertura da exposição/ concurso de modelismo;
- Mostra de atividades operacionais;
- Stand do Centro de Recrutamento da Força Aérea;
- Batismos em viatura blindada APC Condor;
15H30 - Demonstração da Secção de Assistência e Socorro;
16H00 - Exibição de Aeromodelismo;
16H45 - Voo de exibição da aeronave DO-27 do Museu do Ar;       
17H15 - Demonstração cinotécnica;
18H00 - Encerramento.
Programa dia 30 de setembro: 
10H00 - Abertura ao público;
- Abertura da exposição/ concurso de modelismo;
- Mostra de atividades operacionais;
- Stand do Centro de Recrutamento da Força Aérea;
- Visitas ao Pólo do Museu do Ar;
- Exposição estática de aeronaves;
- Batismos  em viatura blindada APC Condor;
10H15 e 14H30 - Demonstração da Secção de Assistência e Socorro;
10H30 e 15H45 - Demonstração cinotécnica;
11H15 e 15H00 - Exibição de aeromodelismo;
11H45 e 16H30 - Voo de exibição da aeronave DO-27 do Museu do Ar;
16H30 - Encerramento do concurso de modelismo e atribuição de prémios;
17H00 - Encerramento.


sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Voo 2509 QUE SAUDADES TENHO DELES!








Cristiano Simões
Esp.MMA
Sobreda da Caparica




Olá companheiros
Como tenho andado fugido da escrita deste PONTO DE ENCONTRO, aproveito para dizer que o referido voo 2506 são referidas duas pessoas, me deixaram muita tristeza pela forma brutal como a suas vidas foram ceifadas.
Primeiro o Capitão Pilav Barbosa que ao fazer teste de espoletas em Dezembro de 1970, saindo da BA2 Ota para lançamento das bombas no campo de tiro de Alcochete. Ao fazer a largada da bomba explodiu junto à asa. A dias de se comemorar o Natal, assim faleceu este homem, eu fazia parte dos mecânicos que saiu da BA5 Monte Real para dar assistência aos dois F86F.
O segundo foi Tenente Coronel Pilav. Almeida Brito que estive na BA5 com ele do qual tenho um louvor individual, viria pouco tempo a encontrá-lo na BA12, onde estive quase até ao fim da comissão, não fosse aquele maldito míssil. Fui a última pessoa que com ele falou pessoalmente.
A tristeza que senti quando fui entregar o saco azul do capacete com os seus óculos Ray Ban, no grupo operacional.
Quando tirava o curso de MMA na Ota o sargento que dava aulas de motores contava histórias passadas durante o tempo em que era tropa, eu pensava cá com os meus botōes da farda pelo de rato, "já são histórias a mais" , afinal eu com muito menos tempo de tropa, também já tinha muitas histórias para contar, umas bem tristes como estas, outras com um final bem mais feliz, como o nosso companheiro o então Tenente Pilav. Miguel Pessoa. Já agora e daqui os meu desejo de rápido restabelecimento de mazelas recentes.
Um abraço a todo o Comando que se estende a todos os que nos visitam.
Cristiano Simões
1º Cabo MMA / 1ª 68

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Voo 2508 RECUPERAÇÃO DE MATERIAL.






António Loureiro
Fur.Mil.PA
Figueira da Foz




Dá-me licença senhor Comandante

 Apresenta-se o Loureiro
Não resisti em enviar três fotografias de um dos míticos aviões prediléctos do Fabricio Marcelino e não só, mas com a particularidade de ter um numeral bastante baixo, que me leva a pensar que deveria ser dos primórdios.
Este material encontra-se no Museu do AM1 para ser recuperado, penso eu, quando houver pessoal e disponibilidade.
As imagens reportam-se:




Fuselagem


Material diverso



Interior da fuselagem


Já agora, há uns anos atrás, um sucateiro a poucos Kms da minha casa comprou um lote destas aeronaves que, durante muito tempo ali estiveram parqueadas e, era voz corrente, que se tinham deslocado cidadãos de diversos países para compraram principalmente artigos de instrumentação.

Um abraço PA

Loureiro

Voo 2507 NÃO É SAUDOSISMO,É FELICIDADE!








José Gomes
Esp.Rádio
Coimbra




Dá-me licença meu Comandante

Quem não fica com uma lágrima no canto do olho depois de recordar tão felizes momentos da nossa juventude, também por lá andei. A prova aqui vai uma foto junto do F 86 com o Nº 354 ( Cap. Bessa ) tirada em 1971 na BA 5 - Monte Real na linha da frente.

Não é saudosismo, é a felicidade de nos podermos rever ao fim de mais de 40 anos.

Um grande abraço para todos os tertúlianos desta Base

José Gomes

Voos de Ligação:

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Voo 2506 TENHO UMA LÁGRIMA NO CANTO DO OLHO...





Fabricio Marcelino
Esp.MMA
Leiria




Caro Victor e restante tripulação.
O Voo 2502 do Paulo Moreno tocou-me fundo! Na realidade fez-me lembrar não só o tempo que passei na linha da frente do F86F,na mítica Esquadra 51,na BA5,como também o tempo passada na mesma linha da frente no AB2 / BA12- Guiné.
Os 2 aviões na foto, também foram inspeccionados por mim muitas vezes.


Tenho uma foto tirada na Guiné, precisamente em cima da asa direita do 5361,como se pode ver na foto que anexo. Passados estes anos sinto saudades desses tempos!
As mesmas fotos foram publicadas na revista Mais Alto de Agosto a Dezembro de 1962.Quem sabe até se não foram tiradas quando eu me encontrava lá, dado que fui em 01 de Novembro de 1962 e, claro passei o dias marcantes para todos nós, como sendo, o dia da mãe, que era a 08 de Dezembro, Natal e, Ano-Novo de 1962/63!
Se as fotos foram tiradas enquanto lá estive, os pilotos só podiam ser: - com os postos de então -  Cap.Pilav.Almeida Brito, que foi abatido com um míssil na Guiné em Março de 1973,com o posto de Ten.Cor.  - Alf.Pilav. Barbosa, cujo avião explodiu, ao fazer tiro em Alcochete, segundo creio, com o posto de Cap.  -  Alf.Pilav.Geada, desconheço o que lhe aconteceu, mas o nosso colega Cap.Moutinho sabe de certo e,- Furriel Pilav. Paz, que fez tudo para sair da FAP para ir para a TAP,o que conseguiu e, foi comandante.
É verdade Victor,o teu comentário ao referido Voo, está correcto, quando dizes que ia deixar alguém com uma lágrima ao canto do olho. Isso aconteceu-me.
Obrigado Paulo Moreno pelas lembranças.

Voo de Ligação:

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Voo 2505 ESPECIALISTAS ONTEM,HOJE E AMANHÃ,SEMPRE ACTIVOS.








Costa Ramos
Esp.MMA
Coimbra





Caros Comandantes
 Na vossa presença, não pelos melhores motivos, mas sim para vos mostrar, que quando é preciso operar de baixo de condições extremas, respondemos, presente, ou não fosse mos especialistas da FAP.





 1 alfa bravo para todos vós,
 Costa Ramos


VB: Para quem não sabe, queremos informar que o nosso companheiro Costa Ramos é o responsável  de placa no Aeródromo  Bissaia Barreto, em Coimbra


domingo, 16 de setembro de 2012

Voo 2504 ESPECIALISTAS SEMPRE ESPECIALISTAS



Anselmo Simões
Sargento Chefe Enfermeiro
Buarcos - Figueira da Foz






Especialistas Sempre Especialistas

A ti que partiste

e que continuas sob
O Chefe Anselmo a declamar os seus verso. Serpins 08/09/2012.
Foto: Augusto Ferreira
as asas de Cristo
a voar o teu voo eterno
companheiro amigo irmão

a ti companheiro
de acção e de trabalho
reparações e perigos
entre voos e municiamentos
da manutenção ao radar
e à secretária polvilhada
de papéis e transístores
parafusos aventuras e águas minerais
perigos e amores
feitos aerogramas
suor e lágrimas
noites de tantos fados
e doces sonhos cristalinos

a ti amigo da Guiné
a Nacala e ao Negage
nós te saudamos jovem
elegante despreocupado
livre na Ota e na Beira
em Beja e Monte Real
eternamente pontual
para algum encontro
oportuno ou no render
da bandeira salteador
de arames farpados
de Tancos às Lajes
e do Sal ao Montejunto
conquistador distinto
no Maputo em Lisboa
ou em Cabinda de rainhas mil
e ainda outros paços cantador
de cantos imortais
entre silêncios e ecos
S. Romão S. Jacinto e S. Tomé
Sintra Saurimo e Montijo
cervejas e cabeças de giz
e o uísque abrilhantava
os instantes e a alegria lusa
e derrotavam os ais
enobreciam os gestos
faziam grandes
os que já eram grandes
sem esquecer os nossos
esquecidos
a dor tanta dor
e o sacrifício ímpar

a ti irmão oferecidas
as saudades abre-se o pensamento
e no coração o nosso
voo permanente
que é a vida
num abraço perene
que somos todos nós
um grito de missão cumprida
e a cumprir-se Portugal

Anselmo Simões

Voo 2503 A MINHA INDIGNAÇÃO.




Fernando Santos
SargºAj. EABT
Montijo





Olá Comandantes

De forma alguma,  nem pensar em fazer política, respeitando as normas deste tão digno convívio, nunca deixaremos de ser militares, com muita honra, e nunca esquecemos que juramos defender a Pátria. mesmo em sacrifício da nossa própria vida.
Contudo, como também somos humanos e temos o direito à indignação,  sobretudo quando tratam mal a Pátria que juramos defender.
Isto apenas para dizer que sou solidário com as palavras do Sr.Coronel José Alberto Morais da Silva e tal como ele também me indigna ver a minha Pátria a ser tão mal tratada.
Um abraço

Fernando Santos

Voos de Ligação:

https://mail.google.com/mail/u/0/images/cleardot.gif

Voo 2502 A ESQUADRA 52.




Paulo Moreno
Sol.Fotogº.FAP
Embra
Marinha Grande





O mítico F-86F  Sabre,  esteve  ao  serviço  da  FAP,  de  1958  a  1980 22  anos  e  onde  foram  largados  188  pilotos  portugueses (informação  retirada  do  livro  de  memórias,  Cap. PILAV  F.  Moutinho)  a  quem  muito  agradeço,  com  elevada  estima  e  consideração.
Os  F-86F  Sabre,  tiveram  durante  algum  tempo  a  frota  dividida  em  duas  Esquadras,  a  51  «Falcões»  e a  Esquadra  52  «Galos»  esta  criada  em  Janeiro  de  1960,  na  altura  foram  atribuídos  os  aviões numerados  de  5301  até  5332  aos  «Falcões»  e  do  5333  até  5365  aos  «Galos»



a  única  diferença  seria  mesmo  a  pintura  dos  aviões  e  o  seu  emblema,  pois  ambas  as  Esquadras  tinham  a  mesma missão  de  caça  e  intercepção,  e  missão  secundária  de  ataque  ao  solo,  das  informações  recolhidas  a  não  continuação da  Esquadra  52  «Galos»,  que  foi  desactivada  em  12  de  Junho  de  1961,  deveu-se  à  transferência  de  meios Pilotos  e  Mecânico  para  Bissalanca,  quando  os  F-86F  começaram  a  operar  na  Guiné. De  notar  que  o  histórico  «Ferry»  de  8  F-86F  Sabre,  da  «Missão  Atlas»,  foi  a  8  de  Agosto  de  1961 dando  início  ás  camisões  e  rotação  do  pessoal,  Pilotos  e  Mecânicos  dos  F-86F Sabre. Devido  ao  pouco  tempo  de  existência  da  Esq.  52  «Galos»  pouco  material  fotográfico  aparece  divulgado,  ou  não  existe, o  pouco  que  tenho  arquivado,  são  cópias  do  desenho  original,  de  onde  nasceu  o  emblema  dos  «Galos» e  que  com  muito  gosto  partilho.




Já  foram  divulgadas  fotos  do  F-86F  com  a  pintura  Vermelha  da  Esq.  52,  em  território  Africano  o  que quer  dizer  que  mesmo  depois  da  Esq.  desactivada,  os  «Galos»  ainda  continuaram  a  voar,  e  para  longe.



A  Esq.  52  «Galos»,  provavelmente  uma  das  Esquadras  que  teve  menos  tempo  de  existência  na  FAP.
Ironia  do  destino,  uma  esquadra  preparada  para  combater  foi  sacrificada  devido  à  Guerra.




Nesta magnífica foto  já  com  50  anos,  uma  visão  rara  e  histórica,  (que  nos  faz  viajar  no  tempo)  dois  F-86F  Sabre  o  5361  e  5362 ambos  fizeram  parte  da  histórica  «Missão  Atlas»  aqui  a  voarem  sobre  a  Guiné.    Quem serão os Pilotos?
O  F-86F  5361  encontra-se  no  Museu  do  Ar  em  Sintra  um  pouco  mal  tratado  é  cero,  mas sente-se  a  história  do  avião,  é  um  tesouro,  que  fez  parte  de  um  período  muito  significativo  da  história  da  FAP.
Obrigado,  Paulo  Moreno



VB: Excelente trabalho, Paulo!
Certamente que ainda vais deixar alguém com uma “lágrima no canto do olho!?...”

sábado, 15 de setembro de 2012

Voo 2501 PARABÉNS FERNANDO CASTELO BRANCO.




Fernando Castelo Branco
1º Sargº.MMT
Terceira
Açores




Que falta grave estávamos, inocentemente, a cometer, o Fernando Castelo Branco celebra hoje mais um aniversário!!!
Caro Companheiro, embora tarde, não queremos deixar de te felicitar e desejar que tenhas um resto de dia muito feliz na companhia de todos os que são queridos, e são muitos.
Estes são os votos sinceros de do Comando e de toda a Tertúlia.

Voo 2500 SEJA (TRI)BENVIDO E OBRIGADO MEU GENERAL.






Fernando Castelo Branco
1ºSargº.MMT
Terceira
Açores





Não era "dia de REIS"; mas foi no dia 06 de setembro de 2012 de Cristo, que mais uma vez tive a "alegria" de ver novamente, o "JOVEM TENENTE", depois de passados três anos e ter andado também por Terras do Ocidente e não do Oriente, voltou para ao pé de "nós" (Região Autónoma dos Açores) para assumir o Comando da Zona Aérea dos Açores. Desta vez, como MAJOR GENERAL; (no NOSSO TEMPO de meninos da OTA, BRIGADEIRO).
     O "OBRIGADO MEU GENERAL", é com o sentido de expressar SINCEROS VOTOS  para que Vossa Excelência  tenha um óptimo COMANDO e que "as agruras" que irá reencontrar, sejam sempre menores que as que muitas vezes encontrou quando JOVEM começou e "quis" cumprir o LEMA:
PARA QUE OUTROS VIVAM, tanto aqui nestas ILHAS DE BRUMA, assim como por Terras do Oriente, AFRICA etc...




Legenda:  "ESPECIALISTA ONTEM,HOJE e AMANHÃ"
Foto:Cortesia de Fernando Castelo Branco



Legenda:  Momento em que o CEMFA, Gen. Pilav. José Pinheiro entregou o Comando da Zona Aérea dos Açores ao Maj.Gen. Pilav. Luís Ruivo. 
Foto:Cortesia de Fernando Castelo Branco




Legenda: Já empossado nas novas funções,o Maj.Gen. Luís Ruivo,discursa perante a assembleia presente á cerimónia. 

Foto:Cortesia de Fernando Castelo Branco


Não tenho incenso, mirra ou oiro para oferecer-lhe  mas sim MUITA Humildade e AMIZADE como retribuição do CARINHO que mostra ter por "NÓS" e em ESPECIAL por mim, quando "ordenou" para incluírem-me na Lista de Convidados da Cerimonia de Transmissão de Comando.
     Com Fidelidade estarei sempre ao Seu inteiro dispor, desfardado como Cidadão, mas "FARDADO" com os PRINCIPIOS que um DIA, que "já vai longe, eu e muitos irmãos meus" a FAP nos incutiu, para sermos os "ESPECIAIS DE HOJE"...
     Um ABRAÇO SINCERO, deste seu "SOLDADO" que também "responde" pelos Ausentes.

https://mail.google.com/mail/u/0/images/cleardot.gif
VB: Caro Companheiro Fernando, mais uma vez os ZÉS ESPECIAIS são reconhecidos pelos altos comandos da nossa casa, FAP, cuja representatividade esteve muito bem desempenhada através da tua presença.
Não posso deixar de manifestar a minha satisfação pelo reconhecimento á tua humildade e conduta, quer como HOMEM, quer com ESPECIALISTA, manifestada pelo novo Comandante da Zona Aérea dos Açores,  Major-General Piloto Aviador Luís António Flor Ruivo, ao convidar-te pessoalmente para tão importante cerimónia.

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Voo 2499 ALMOÇO EM SERPINS.



Augusto Ferreira
2ºSarg. Melec/Av/Instr.
Coimbra




Encontro de SERPINS 2012
Caros amigos, uma semana  depois, do grande sucesso que foi  o 4º Aniv. da Tertúlia dos Especialistas da BA12 festejado na nossa BA1 em Sintra, o nosso Comandante Victor Barata levou a efeito, o tradicional convívio de Setembro no seu “AM” de Serpins.
Debaixo do habitual tecto natural (muito fresquinho),formado por uma latada, bordada com pequenos cachos, as mesas e bancos albergaram todos aqueles que responderam à chamada.




Ali se consumiram as sardinhas assadas e as lascas do porco no espeto, assado pelos habituais especialistas e acompanhados pelo Branco especial fresco.
A broa cozida ali ao lado, desapareceu  rapidamente, sem ter tempo para arrefecer um pouco. E claro tivemos as sobremesas, aperitivos e o café.
E parece que é sempre a primeira vez que nos encontramos, tal é alegria e empatia que se gera entre todos, independentemente das idades  e incorporações, em que cada um serviu a nossa FAP. Esta situação, acaba sempre por contagiar os familiares,  que alguns dos nossos companheiros levam, para este alegre e franco convívio. E a família do nosso Barata? Sempre ali ao seu lado, dando todo o apoio logístico aos seus amigos, com um sorriso e uma simpatia impressionante. No rosto da sua mãe, também presente, todos sentimos que estava a ter um dia feliz  tal qual o filho. O seu pai que já nos deixou, fez questão de o ter também presente e nesse momento, o nosso sensível Victor Barata cedeu  a uma lágrima, que não conseguiu suster. Ele é assim como sabeis.

O nosso Jorginho da viola, levou aparelhagem e viola eléctrica. O Alves da Silva  a concertina e o Felizardo viola e cavaquinho. Bom, depois foi o habitual concerto, com as “octanas” do branquinho a fazerem o resto.



O nosso Anselmo Simões, alinhou um texto muito bonito com o título “ Especialistas sempre Especialistas“, que fez questão de distribuir à maioria dos presentes e que depois leu comovidamente em voz alta. Momento também significativo  deste dia.
A tarde já ia adiantada e começaram as despedidas. Alguns vieram de longe e ainda tinham muitos quilómetros para andar. Soubemos de um companheiro que veio de propósito de Olhão. As verdadeiras amizades são assim, ignoram as distancias físicas.
Bem haja Victor Barata, pela excelente tarde de convívio que nos proporcionaste. Tu e a tua família.
Os Zés Especiais de quem tu tanto gostas, saíram mais uma vez com a amizade reforçada, depois desta tua iniciativa.

Grande abraço para ti.

Augusto Ferreira