segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Voo 2690 AINDA OS COMBATENTES.







Joaquim Mexia Alves
Alf.Mil.Ranger
Mante Real




VB:Caro Joaquim, se alguma vês li um texto que retrata-se tão integralmente o modo como os ex-combatentes são tratados pelos nossos (des) governantes, foi hoje.
De facto este teu texto deixou-me preso á sua leitura, que repeti, deixando-me interrogado: -Até quando estes marionetes de grandes trutas que estão na sua retaguarda, ditando as diretrizes que mais lhes convêm, vai brincar
com aqueles que lhe deram a liberdade para se divertirem com o povo.
Ainda tenho esperança de os ver pagar pelos seus actos.    




4 comentários:

  1. O verdadeiro Monumento ao Combatente, deveria ser a Identidade como tal:
    Uma Carta de alforria que desse acesso, respeito e apoio nos Serviços do Estado.
    Como bem dizes, servimos a Pátria representada pelo Estado, qualquer que seja ou tenha sido.
    Não necessitamos que nos tapem os olhos com "imagens" para comprar Votos ou o silêncio.

    Abraços
    Santos Oliveira

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Como já por várias vezes comentei na página da ADFA, quando um político quer lavar a sua imagem vai fazer uma visita à ADFA, lê um discurso muito bonito, tece uns quantos elogios aos Deficientes Militares e depois fica tudo na mesma. Os processos de stress-pós-traumático demoram anos a ser avaliados, os casos de ferimentos em serviço sao sub-dimensionados, etc...
    Para muitos, bastou sair do seu seio rural, familiar e outros e ir para uma situação de guerra e temor pela sua vida e integridade física, para provocar instabilidade emocional que se manteve até aos dias de hoje. Porque não terem acesso aos Hospitais Militares todos os ex-combatentes???

    ResponderEliminar
  4. ao ler este artigo vem-me sempre a memoria aqueles politicos (e nao foi so um, mas muitos mais doque pensamos)que sao os donos da verdade e quem os ouve donos do PAIS, eles e que sabem de tudo e por todos, o que pensamos sentimos e fizemos NADA LHES INTERESSA, REFORMAM-SE ANTES DOS 50 anos. servimos a PATRIA com HONRA e combatemos obrigados.
    um abraço a este amigo.

    ResponderEliminar