quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Voo 2709 PARABÉNS "CARACÓIS".





Esquadra 103 - "Caracóis"

Os antecedentes históricos da Esquadra 103 remontam a 1953 com a entrada ao serviço do T-33A “Shooting Star” na Força Aérea Portuguesa . Decorrido apenas um ano após o nascimento da Força Aérea, a aquisição dos F-84G “Thunder Jet” ditou a necessidade da criação de uma nova Esquadra de voo. Foi assim que nasceu na Base Aérea Nº2 na Ota, aquela que viria a ser a primeira Esquadra de Combate em Aviões a Reação, a Esquadra 20, formada a 28 de fevereiro de 1953.
Os T-33A iniciais foram atribuídos à BA2 e tinham por missão primária o treino de voo por instrumentos. A missão secundária da chamada “Esquadrilha de Voo Sem Visibilidade”, o “embrião” da Esquadra 103, consistia na adaptação em avião bilugar a jato, aos pilotos destinados aos caças monolugares F-84G.
No ano seguinte, com a criação de uma segunda Esquadra de F-84G, a Esquadra 21, a esquadrilha de T-33A torna-se autónoma, na medida em que proporcionava treino de voo por instrumentos a ambas as esquadras de voo.
É neste contexto que, em 1955, nasce formalmente a Esquadra 22, a terceira Esquadra do Grupo Operacional 201, formada na sua totalidade por T-33A. Em 1956 a sua denominação é alterada para Esquadra de Instrução Complementar de Pilotagem (EICP), ano em que é alterado o programa de formação, passando apenas a ministrar o Curso de Instrução Complementar de Pilotagem, recebendo diretamente os alunos oriundos da Esquadra de Instrução Básica de Pilotagem.
Em 1957 é transferida para a base Nº3, em Tancos. Nova mudança ocorre em 1958, passando a sua designação para Esquadra de Instrução Complementar de Pilotagem em Aviões de Combate (EICPAC), designação que se mantém nos dias de hoje.
A EICPAC regressa à Ota em 1960, altura em que ocorre uma nova reestruturação, recebendo a totalidade dos F-84G das Esquadras 20 e 21, sendo a esquadra dividida em duas esquadrilhas, uma operando os T-33 e outra operando os F-84G. A missão foi também alterada, passando a ministrar a instrução complementar em T-33A, e a conversão operacional nos F-84G, para os pilotos destinados ao F-86 “Sabre”.
Entretanto, em virtude dos acontecimentos em África, os F-84G foram transferidos para o Ultramar, conjuntamente com alguns dos Pilotos Instrutores.
Em novembro de 1974 os meios atribuídos à Esquadra foram transferidos para a Base Aérea Nº5, Monte Real.
Em 1977 a Força Áerea Portuguesa (FAP) é sujeita a uma reestruturação orgânica e a EICPAC passa a designar-se por Esquadra 103.
Em julho de 1980 a Esquadra 103 recebe os Northrop T-38A “Talon”, até então atribuídos à esquadra 201. A EICPAC voltou a reestruturar-se, pela segunda vez em duas esquadrilhas independentes, equipadas com frotas distintas: a Esquadrilha de T-33A, vocacionada para Instrução Complementar; e a Esquadrilha dos T-38A, vocacionada para a componente Operacional.
Finalmente, em janeiro de 1987, a Esquadra 103 foi transferida para a Base Aérea Nº11, em Beja, onde opera atualmente.
Em 1988 inicia-se a desativação progressiva da frota T-33A, passando o Curso de Instrução Complementar de pilotagem em Aviões de Combate (CIPAC) a ser ministrado em T-38. No entanto o T-38A manteve-se pouco tempo ao serviço, uma vez que a frota foi completamente desativada em junho de 1993.
Nos meses seguintes a Esquadra 103 preparou-se para iniciar uma nova etapa da sua briosa história, em conjunto também com a Esquadra 301: a operação com o sistema de armas AlphaJet.
A 6 de outubro de 1993 dá-se a primeira missão em AlphaJet ostentando a Cruz de Cristo.
Em novembro de 2005 a Esquadra 301 é transferida para a Base Nº5 em Monte Real, passando a operar o F-16.
Outro capítulo nobre na longa história da Esquadra 103 foi a sua tradição em acrobacia. No ano de 2001 ressurge a oportunidade de voltar a haver uma patrulha acrobática na Força Aérea Portuguesa e é dada à Esquadra 103 a responsabilidade de preparar uma demonstração de performance em AlphaJet. O renascimento de uma patrulha acrobática, denominada “Parelha da Cruz de Cristo” restituiu à Força Aérea Portuguesa, as antigas tradições em acrobacia, sendo que a partir de 2005 a patrulha passou a designar-se “Asas de Portugal”, os Asas foram desativados no ano de 2010.
Na sua existência de 59 anos, a Esquadra 103 totaliza perto de 105.600 horas de voo distribuídas por 65.000 em T-33, 11.500 em T-38 e 28.516 em Alpha Jet, aeronave que ainda hoje é operacional, tendo os seus 126 pilotos instrutores formado largas centenas de pilotos.
Missão
Ministrar instrução avançada de pilotagem e conversão operacional para aviões de combate.
Elementos de Missão
Formação avançada;
Conversão operacional para aviões de combate.




Guião de Mérito da esquadra

O guião de mérito é azul com uma águia de ouro; bordadura de ouro carregada de uma folha de palma verde em cada flanco; no chefe da bordadura a designação Esquadra 103, Unidade onde foram praticados os feitos de mérito excepcional que motivaram a concessão da condecoração Medalha de Ouro de Serviços Distintos; no contra-chefe da bordadura a designação 1953 - 2006,  identificativa do período em que os ditos feitos foram praticados. O guião é de tecido de ouro, bordado, quadrado e mede 0,75 m de lado.

Simbologia das peças

A águia simboliza o voo e o poder no cumprimento da missão;

As palmas são ornamentos de mérito.
Simbologia das cores e esmaltes

O azul a lealdade e o zelo, perseverança e fidelidade;

O ouro a firmeza e a constância.

Voo de Ligação:
EMFA

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

VOO 2708"MIÚDO DOS FIAT'S FAZ ANOS!






Fernando C.Branco
1ºSargºMMT
Praia da Vitória - Terceira
Açores



Como também ando há procura de um "TACHO", aqui vai uma engraxadela...
      O "miúdo" dos FIATS,JOÃO CARLOS SILVA, faz hoje ANOS, menos dez, do
      que EU, tanto na idade como na ida para "ares puros" da OTA!...
      Um abraço grande AMIGO e votos SINCEROS para que continues com o
      mesmo ESPÍRITO DE ESPECIAL.

      TODOS NÓS "velhos",sentimo-nos bem com a "Vossa" presença, para nos
      contarem como eram os "nossos" alojamentos depois de termos ido a TERRAS DE ALÉM MAR.

Fernando C. Branco

VOO 2707 PARABÉNS JOÃO CARLOS.







João Carlos Silva
Esp.MMA
Sobreda da Caparica








Amigo João.
Antes de mais as nossas desculpas pelo atraso verificado na apresentação dos nossos parabéns por mais um aniversário que hoje comemoras, mas  não foi possível fazê-lo mais cedo.
Em nome de toda a Tertúlia “LINHA DA FRENTE” desejamos-te um dia muito feliz na companhia de quem mais te é querido.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

VOO 2706 OS 50 ANOS DOS "ZINGARELHOS".





CONCURSO FOTOGRÁFICO 50 ANOS ALOUETTE III




Data limite para participação: 10 de março de 2013 até às 23h59

Condições de Participação:
Só serão aceites 3 (três) fotografias por concorrente;
Só serão aceites fotografias com 10MB de tamanho máximo;
O tamanho mínimo das fotografias será de 30cm por 20cm a 300dpi (pontos por polegadas);
As fotografias deverão estar em formato JPEG/JPG ou TIFF.
Consulte o Regulamento do Concurso:

Regulamento  do Concurso de Fotografia Alouette III 
No âmbito do Cinquentenário da frota Alouette III, a Força Aérea Portuguesa promove até ao dia 20 de abril de 2013 um concurso de fotografia que assinalará, em conjunto com outros
eventos, esta efeméride. Sendo a Esquadra 552, sediada na Base Aérea nº 11 (BA11) em Beja, a fiel depositária dos costumes e tradições desta aeronave ao serviço da Força Aérea Portuguesa desde o ano de 1963, este concurso terá como base o número da Esquadra (552).
O objetivo é selecionar 552 fotografias e colocá-las a votação aberta online, após a qual ficarão apuradas 52 fotografias finalistas. 
Continuando a trabalhar o número da Esquadra, as 52 fotografias finalistas serão expostas na Esquadra para votação interna, a efetuar no dia 20 de abril de 2013 em evento a realizar na BA11, em Beja.
Da votação anteriormente referida e de nova votação online sairão 2 fotografias vencedoras.
Artigo 1º Entidade Promotora e Enquadramento  
Concurso promovido pela Força Aérea Portuguesa, no âmbito da comemoração dos 50 anos da frota Alouette III ao serviço da Força Aérea Portuguesa.
 
Artigo 2º Tema    
Aeronave Alouette III ao serviço da Força Aérea Portuguesa.
 
Artigo 3º Destinatários/as    
Este concurso destina-se ao público em geral, tanto militar como civil.
 
Artigo 4º Condições de Participação 

a) Cada participante poderá participar com um número máximo de 3 (três) fotografias.
b) Podem enviar fotografias a P/B (Preto e Branco ou Monocromáticas) ou a Cores. Estas deverão ser originais e subordinadas ao tema identificado no Artigo 2º.
c) Não serão aceites fotomontagens, nem fotografias que recorram a complexas técnicas de
manipulação digital. Serão, no entanto, autorizadas pequenas correções dos parâmetros básicos da imagem (contraste, cor, luminosidade).
d) As fotografias não poderão ter a identificação do autor 
e) Não poderá ser apresentada nenhuma fotografia cujos direitos de propriedade não     pertençam integralmente e sem exceção ao/à participante do concurso.
f) A organização do concurso reserva-se ao direito de não admitir a concurso os trabalhos que não obedeçam às regras estabelecidas no presente regulamento.  

Artigo 5º
Condições de Envio das Obras Condições de Envio das Obras  
a) As fotografias deverão estar em suporte digital com os seguintes requisitos:
 1. Formato: JPEG/JPG ou TIFF;
2. Dimensão: Mínimo de 30x20cm a 300 DPI;
3. Tamanho do ficheiro: Máximo de 10 MB.
b) As fotografias deverão ser enviadas para o e-mail fotografia50anosall3@gmail.com, juntamente com o formulário criado para o efeito, disponível em www.emfa.pt;
c) As candidaturas serão formalizadas com o envio dos trabalhos até às 23h59m do dia 10 de março de 2013.
 
Artigo 6º Júri  
a) Na primeira fase serão selecionadas 552 fotografias pelos elementos da Esquadra 552;
b) Na fase de votações online todos os cibernautas serão júris para apurar as 52 fotografias finalistas;
c) As duas fotografias vencedoras serão selecionadas internamente, por todos os presentes no evento a realizar-se na BA11 no dia 20 de abril de 2013, e pelos votos recolhidos online.

Artigo 7º
Seleção e Publicação  
a) De todas as fotografias enviadas para concurso, 552 serão selecionadas pelos elementos da Esquadra 552 para passar à fase seguinte de votação online (Página Oficial do Facebook da Força Aérea Portuguesa);
b) Esta votação determinará 52 fotografias que estarão expostas online e na Esquadra 552 para a seleção das 2 fotografias vencedoras;
c) As 2 fotografias vencedoras serão escolhidas através do resultado conjunto dos votos online e dos votos dos elementos presentes em evento a realizar-se na esquadra 552 para militares, exmilitares e civis que trabalharam com o Alouette III na FAP;
d) A escolha das fotografias deve ter em atenção as seguintes temáticas:
- enquadramento histórico;
- âmbito de operação;
- qualidade técnica da fotografia;
- componente artística;
- raridade.
   
Artigo 8º Prémios    
As 2 fotografias vencedoras ficarão expostas na Sala de Convívio da Esquadra 552 e os autores terão a oportunidade de passar um dia com os militares do Alouette III.

 Artigo 9º Calendarização  
a) Seleção:
 Até 10 de março de 2013 – Receção dos trabalhos fotográficos;
De 11 de março a 15 de março de 2013 – Seleção das 552 fotografias a passar à fase seguinte do concurso;
De 18 de março a 12 de abril de 2013 – Votação online para selecionar as 52 fotografias;
De 14 de abril a 19 abril de 2013 – Votação pela Esquadra 552 e nova votação online para escolha das 2 fotografias vencedoras.
b) Premiação:
Dia 20 de abril de 2013 – Apuramento das 2 fotografias vencedoras do concurso fotográfico dos 50 anos do Alouette III, em evento a realizar-se na Esquadra 552 sediada na BA11, em Beja.

Artigo 10º “Direitos de Autor”  
Todos/as os/as participantes, autorizam a utilização dos trabalhos, sem qualquer
compensação, nas exposições e nos postais a realizar na sequência deste concurso, assim como, nas atividades, publicações e ações de sensibilização, divulgação e disseminação promovidas pela FAP.

Artigo 11º
Disposições Finais  
a) A falta de qualquer elemento ou o não cumprimento de algum dos itens do presente regulamento, implica a exclusão do/a concorrente;
b) Os casos omissos serão resolvidos pela organização.
 Validação da Inscrição:
O envio das fotografias deverá ser feito juntamente com o Formulário de Inscrição, para o    e-mail fotografia50anosall3@gmail.com.



VOO 2705 RELATÓRIO DE UMA "OPERAÇÃO ESPECIAL".








António Loureiro
Fur.Mil.PA
Figueira da Foz




Situação:
PRISÃO DOMICILIÁRIA, SEM PULSEIRA

Relatório Circunstanciado

12JAN2013
08H00– Entrada na Porta de Armas da Base Aérea de Santa Filomena-Coimbra.
08H30-Apresentação na Secção de Identificação, para conferência da Guia de Marcha.
09H00-Apresentação da Secretaria da Formação para distribuição do alojamento.
09H00-Colheita do vinho tinto para análise.
09H30-Aplicação de válvula de 3 vias na extremidade da asa esquerda.
15H00-Retorno da Vampira da colheita do Tinto, mas desta vez armada de uma gilette para de-pila-ção com tentativa de fuga do injector, mal sucedida.(Como música de fundo, O ZÉ FUGIU).
15H30-Aplicação de soro na asa esquerda.
18H00-Ligação à Maquina de Diagnóstico para recolha de dados.
18H30-Saída do alojamento.
18H45-Entrada no hangar esterilizado para preparativos para a intervenção.
19H00-Colocação de máscara de gás e, adeus até ao meu regresso.
-Abertura da fuselagem a partir do umbigo.
-Retirada do ORGÃO danificado e parte da tubagem de saída de fluidos que se encontrava solidária à parede do tanque da unidade hidráulica.
-Ligação da tubagem ao tanque da unidade hidráulica.
-Aplicação de tubagem suplementar em todo o sistema de injecção,
-Aplicação de tanque exterior com conecção pós injector com capacidade para 2 lts .
-Fecho da fuselagem.
23H30-Regresso ao alojamento para recobro assistido até 02H00.


Legenda: Imagem da Casa de Saúde Stª. Filomena em Coimbra, local onde fui submetido á referida intervenção.


13JAN2013

08H00-Alvorada
08H15-Lavagem da fuselagem.
09H00-Substituição dos depósitos de aplicação de soro e antibiótico na asa esquerda.
10H00-Retirada da tubagem de drenagem na área da intervenção.
11H00-Visita do Chefe da Manutenção e retirada dos pensos de protecção,
18H00-Atesto ligeiro do depósito pela primeira vez.
(visitas: família e do Zé Especial-Augusto Ferreira)

14JAN2013
08H00- Alvorada
08H15-Retirada definitiva dos depósitos suplementares e válvula de 3 vias da asa esquerda.
09H00-Lavagem da fuselagem.
11H00-Visita do Chefe da Manutenção, com ordem para mudança da Base para o Aeródromo  da Figueira da Foz, com ordem de soltura provisório.
15H00-Visita à Secção de Contabilidade para desquite e fecho de Contas,
16H00-Chegada da aeronave para o transporte, piloto/Enf.
17H00-Entrada na Porta de Armas do Aeródromo da Figueira da Foz, para convalescença.
(visitas: Zés Especiais-Carlos Ferreira, Fernando Duarte, Costa e o pai do Comandante da Academia da Força Aérea)

27JAN2012
13H00-16H00- Deslocação do Aeródromo Base da Figueira da Foz ao Aeródromo de Manobra de Coimbra para conhecimento da Análise da Corrosão do Sistema de Injecção.
O ÓRGÃO, APESAR DE APRESENTAR CORROSÃO EM 70% NUM DOS LADOS E DE  ESTAR A ESTENDER-SE ÀS PARTES LIMÍTROFES, NÃO SE ESTENDEU ÀS ESTRUTURAS. Valha-nos isso.

 VB: Para quem não sabe e para que melhor entenda esta magnifica descrição relatada na primeira pessoa, o Loureiro foi operado á próstata. Mesmo nos momentos difíceis não deixa a sua veia humorística em mãos alheias.
Desejamos-te uma rápida recuperação, precisamos muito de ti na LINHA!



sábado, 23 de fevereiro de 2013

VOO 2704 CINQUENTENÁRIO DO ALOUETTE III.







Decorria o ano de 1963 quando chegaram a Portugal os primeiros helicópteros SE-3160 ALOUETTE III, fabricados pela empresa Sud-Aviation, com o principal objetivo de integrar as operações militares que decorriam nos Territórios Ultramarinos Portugueses.
Ao longo de cinco décadas são inúmeros os seus contributos no cumprimento das missões da Força Aérea Portuguesa, quer em território nacional quer internacional, desempenhando um papel fundamental no transporte tático e geral; ações de assalto; evacuações sanitárias; busca e salvamento; patrulhamento; apoio no combate a incêndios e instrução de voo.
Por ocasião da comemoração do 50º aniversário da frota ALOUETTE III ao serviço da Força Aérea Portuguesa, irão realizar-se durante o presente ano vários eventos que assinalarão esta efeméride
Origem do Voo:
EMFA

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Voo 2703 A PRIMEIRA ATERRAGEM DO CARLOS CASTANHEIRA NESTA PISTA.









Carlos Castanheira
Esp.MMA





Boa tarde Companheiro
Foi com enorme satisfação que tive conhecimento do Blog, onde se recorda os tempos da nossa juventude e a nossa ligação à FAP, escola de grandes virtudes e onde grande parte de nós ganhou formação e maturidade para enfrentar o mercado de trabalho.
Também eu fiz formação de FIAT G 91, em Montereal, tendo embarcado para a Guiné em 1969, mas fui colocado nos DAKOTAS. regressei a Montereal e terminei no AB1,
Julgo que o Cristiano Valdemar esteve comigo em Montereal e na Guiné. (será que é natural de Seia ?.)se for também fomos companheiros de estrada nas camions da Vodra Textil, nas boleias de Leiria para Vendas de Galizes e Seia


Envio duas fotos da época, uma minha e outra que retrata o Heli, abatido numa missão em que morreu o Pai de um antigo camarada, também MMA, chamado Bull.



Vou estar atento aos eventos e tentar estar presente no próximo.

Um abraço

Castanheira

VB: Boa Dia Castanheira.
Depois desta excelente aterragem nesta Base, damos-te as boas vindas ao seio desta grande família de que és um dos seus componentes.
Deixamos-te a pista aberta para aterrares quando assim o entenderes.
https://mail.google.com/mail/u/0/images/cleardot.gif

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

VOO 2702 FOI Á CINQUENTA E TRÊS ANOS!









Fernando Moutinho
Cap.Pil.Av.
Alhandra




Boa tarde Victor
Mando-te material para te divertires. São cópias de uma folha de 4 páginas que, segundo me julgo lembrar, fazia parte de "Mais Alto" na época. Contudo, nas páginas não existe quaisquer referências à publicação.
Por graça segue a imagem semelhante à que me enviaste mas, com a frente e o verso completos.

Nas imagens encontra-se descrição daquilo que se passou em termos aeronáuticos. Não me parece que deva acrescentar nada mais. São documentos.
Um grande abraço 
F.Moutinho

VOO 2701 AINDA NÃO POSSO VOAR,MAS...JÁ ESTOU NA LINHA!










Victor Barata
Esp.Melec./Inst./Av.
Vouzela


Caros Companheiros.
Depois de sair da manutenção onde estive a ser intervencionado á luz de navegação do lado direito, e na impossibilidade de o fazer pessoalmente, quero através deste nosso espaço, agradecer  a todos vocês que, mais uma vez, me transmitiram das mais variadas formas a vossa amizade e solidariedade  neste momento um pouco difícil.



Mais uma vez a união desta grande família ESPECIAL foi posta á pratica.
Bem Haja!


Voo 2700 DIA DO COMBATENTE EM GONDOMAR.





sábado, 16 de fevereiro de 2013

VOO 2699 – ANIVERSÁRIO DE ANTÓNIO RUIVO.





António Ruivo
Esp.FAP
Coimbra




Em nome de toda a Tertúlia “Linha da Frente”, desejamos-te um dia muito feliz para e todos os que te são queridos.




sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

VOO 2698 "COMANDANTE AMIGO"...o Pessoal, está contigo...





Fernando Castelo Branco
1ºSargº.MMT
Angra do Heroísmo
Terceira




Toca a formar...

Pessoal, desta vez não é a "brincar"; é muito a sério...
O nosso comandante VICTOR BARATA;não anda desenfiado; nem
neste momento,devido á diferença horária;está a almoçar?!
Encontra-se numa "situação de treino"; que por"avaria" de
equipamento,terá temporáriamente; fazer vôos curtos;porque
só tem "um farol" a funcionar;(em casa de ferreiro...); por-
tanto; terá que fazer o reconhecimento e a aproximação por
instrumentos(compreenda-se, apapalpadelas); como tal o "SINALEIRO",
de serviço; tenha as raquetes em defesa...
Um abraço AMIGO COMANDANTE; recupera depressa;para continuares a
ver e ter a AMIZADE que tens por nós....

Formatura no terminal militar da BA4
Foto: Cortesia Manuel Pais
JCS:
Em nome de todos os elementos da Tertúlia “Linha da Frente”, juntamo-nos ao Fernando nos desejos de rápida e plena recuperação do comandante Víctor Barata. 

VOO 2697 MAIS UNS QUANTOS PARA A LISTA DOS FIAT G91




Cristiano Valdemar
Esp.MMA
Sobreda da Caparica






João Carlos Silva

Dirijo-me directa e principalmente a ti.

Pedi ao nosso camarada Edmundo Areal, pessoa que foi a todos os encontros do pessoal da BA12 e que organizou o encontro em Carregal do Sal, para me ajudar em mais uns nomes para a longa lista que será de todos os mecânicos do Fiat.
Lembro-me de muitas coisas passadas enquanto militar mas quanto a camaradas muitos nomes já me falham.
Os que o Areal me indicou são:

Guilherme Abreu
Brasileiro (alcunha)
Barreto
Castro Ferreira (Secretaria)
Domingos (Secção de motores)
Amaral (Secção de motores)

e eu acrescento:

Edmundo Areal
Felício
Veríssimo
Luís Freire (camarada que após vir da BA12 foi sugado por um F86 mas felizmente sobreviveu)
Luís Oliveira Marques
Monteiro
Armindo Ligeiro Ventura (camarada que desenhou e mandou bordar o emblema dos mecânicos Fiat da BA12)
João Pato (o impagável barbudo da BA12)
Beirão (camarada que aparece na foto ao lado da Enfermeira Paraquedista Giselda, quando triunfalmente uma garrafa de champanhe, comprimia a barriga do então Ten. Pilav. Pessoa, que "descansava numa maca da noite perdida").
A maioria deste pessoal trabalhou no Fiat na BA5.


Legenda: Esta foto foi tirada no 26 de Março de 1973,na Base Aérea 12,Bissalanca. Era a chegada, depois de ter sido evacuado do Ten.Pilav.Miguel Pessoa que na véspera tinha sido “abonado” pelo míssil Strella.Pode ver-se nesta histórica foto,da esqª/dirª,o Crespo,Vicente,Beirão, Giselda (hoje sua mulher) e o Maurício.
Foto: Arquivo dos Especialistas da BA-12



Cabos Especialistas que trabalharam em FIAT G-91

Sobre a presença do Fiat na BA5, não sei quando começou e nem quando acabou, mas de certeza que em 1974 ou será 75? ainda havia Fiat na BA5.
O ano já não tenho a certeza mas sei que ia visitar a base para ver antigos camaradas que estavam por lá, mas ao chegar à Porta de Armas fui informado que não podia entrar porque tinha acabado de cair um avião no fundo da pista do lado da estrada da Marinha Grande.
Dirigi-me para lá e o que vejo um Fiat G91 entalado entre dois pinheiros dos muitos que D. Diniz mandou plantar. Mostrei interesse em ver de perto mas a segurança não autorizava, mas após alguns minutos fui-lhes dizendo que tinha trabalhado naquele tipo de aeronave na BA5 e na BA12, foram falar com um Alferes Pilav. que se dirigiu a mim e lhe disse o que tinha dito ao PA, então acedeu que eu visse de perto.
Vi um "velho conhecido" da BA12 o Fiat G91 com a matricula 5402 um dos dois aviões que tinham a bandeira Portuguesa pintada de cinzento, para não ser reconhecido, por altura da missão secreta na Guiné Konacri Novembro de 1970.

O blogue tem a foto do Fiat 02 que eu tirei, embora aí não seja visível o que afirmo sobre a bandeira,mas tenho outras que o atestam.
Um abraço,
Cristiano Simões
MMA
Voos de Ligação:
VOO 2689 FIAT G-91 E OS ESPECIALISTAS
JCS:
Bom dia Amigo Cristiano,
Foi com alegria que recebi a tua mensagem e que aqui partilhamos com todos os restantes Companheiros.
Além dos episódios vividos, como este que aqui relatas, vamos recordando os nossos Companheiros de diversas épocas e que foram fazendo parte das nossas vidas, neste caso particular através do Fiat G-91, mas, acima de tudo com a matriz comum de Especialistas da FAP.
Com o teu contributo e do Edmundo Areal, aqui deixamos uma nova actualização da lista de Cabos Especialistas que trabalharam em Fiat G91, aberta a informações adicionais que nos queiram fazer chegar.
Um abraço,  

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

VOO 2696 – ANIVERSÁRIO DE MANUEL LOURENÇO.




Manuel Lourenço
Marme
Castelo Branco









Em nome de toda a Tertúlia “Linha da Frente”, desejamos-te um dia muito feliz para e todos os que te são queridos


Blog:- O comando desta linha apresenta as suas desculpas pelo atraso desta publicação, mas ficou a dever-se ao comandante estar a sofrer uma focagem dos seus faróis e o adjunto estar sem Internet.

VOO 2695 – ANIVERSÁRIO DE ANTÓNIO LOUREIRO.





António Loureiro
PA
Figueira da Foz



Em nome de toda a Tertúlia “Linha da Frente”, desejamos-te um dia muito feliz para e todos os que te são queridos.



Blog:- O comando desta linha apresenta as suas desculpas pelo atraso desta publicação, mas ficou a dever-se ao comandante estar a sofrer uma focagem dos seus faróis e o adjunto estar sem Internet.





quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Voo 2694 A REVISTA "MAIS ALTO".








Cristiano Valdemar
Esp.MMA
Sobreda da Caparica




Victor Barata
Para todos que com eles privaram e como a revista não tem uma divulgação por todas as papelarias, aqui deixo o meu contributo.
Saiu hoje a revista " MAIS ALTO" e a capa chamou-me à atenção.



Reconheci uma das quatro personagens que ilustram a imagem, o Coronel Pilav. Moura Pinto, nos longínquos anos de 1950, que era Capitão.
Ao ler no interior a descrição da capa venho a saber que o outro piloto era o então Sargento Fernando Moutinho que saiu da FAP como Capitão Piloto, e que pessoalmente tive o prazer de conhecer há dois anos.
Ao primeiro que descanse em paz, ao segundo muitos anos de vida com muita saúde.
Cristiano Simões

VB: Boa Noite amigo Cristiano.
Dois grandes HOMENS,MESTRES E COMPANHEIROS que Deus me deu o privilégio de conhecer e com eles conviver. O Cor.Pilav Moura Pinto como meu ,assim como teu, comandante da Base Aérea nº 12,um verdadeiro Senhor Comandante, uma postura que infelizmente outros não tiveram, mas não somos todos iguais.
O Cap.Pil.Av.Fernando Moutinho que por circunstâncias da idade,só tive a felicidade de o conhecer á uns cinco a esta parte. Que grande MESTRE! O seu trato é invejável, a sua maneira de receber e dialogar é contagiante.
Obrigado Companheiros por terem elaborado os livros com que aprendemos a ser os HOMENS de hoje.