sábado, 4 de janeiro de 2014

Voo 3013 RECORDAR A PATRULHA "DRAGÕES".





Paulo Moreno
Sol.Fotogº.FAP
Embra
Marinha Grande




A histórica Patrulha Acrobática Os  “Dragões” está a ser relembrada
com o restauro de um F-84G Thenderjet N.º 5187, que avança a bom ritmo.
Um trabalho notável que esta a ser efectuado pela equipa “1754 Restauradores” do AM-1 Ovar, Polo do Museu do Ar,
a expectativa é grande em relação aos trabalhos feitos no F-84G Thunderjet, pois é um avião que não temos em exposição
no Museu do Ar e que conta uma parte importante da história da FAP, foi o primeiro caça de jacto que Portugal teve.

Na Patrulha Acrobática Os “Dragões” passaram grandes nomes da história da nossa aviação militar,
grandes pilotos de uma geração de ouro, que os fãs e apaixonados da aviação da altura puderam
apreciar, ao vê-los voar em fantásticas manobras efectuadas aos comando dos seus F-84G Thunderjet.




Das várias pinturas que os “Dragões” utilizaram no F-84G, durante os anos da sua gloriosa existência
a mais conhecida e representativa da patrulha acrobática, será a pintura que foi utilizada na Bélgica - Biesert em 1958




nessa pintura os aviões não tinham os números de matricula pintados na frente
deixando bem visíveis as riscas que envolviam todo o avião, mesmo a pintura anti reflexo na frente foi eliminada para não
danificar o belo efeito visual que a pintura das riscas proporcionava.
Das fotos a cores que temos disponíveis e de alguns perfis desenhados do avião, representando a pintura dos «Dragões»
podemos ter uma visão mais próxima, de uma pintura bem conseguida, para uma patrulha acrobática
que fez maravilhas nas suas apresentações.


Uma curiosidade que marca o F-84G “5187” que se encontra em restauro no AM-1, e que felizmente ficou até aos nosso dias,
este avião teve um acidente na B.A.-2 em 22/9/1954, foi recuperado e voltou a ficar operacional.
E vai ficar preservado para sempre depois do magnífico restauro.

Nesta foto vemos o 5187 estacionado na Ota B.A.-2

Um perfil pouco visto, da pintura dos «DRAGÕES» 1958, feito com informação recolhida do material fotográfico disponível
e com a colaborarão do Sr. Cap. PILAV Fernando Moutinho, a quem muito agradeço,
segundo o registo da sua caderneta de voo ficamos a saber que
chegou mesmo a voar este F-84G n.º 5187, na Bélgica durante os treinos, mas no dia do Festival pilotou o 5168. 
É de realçar também o seu contagiante entusiasmo, que o tema lhe proporciona, nota-se que foram tempos de grande
intensidade de amizade e camaradagem.
E do seu espólio de recordações o Sr. Cap. PILAV Fernando Moutinho
veio dar mais um contributo histórico, para podermos apreciar: das muitas vezes que «OS DRAGÕES»
confraternizaram, num desses momentos, num Restaurante perto de Liege, lembraram-se de rubricar uma base de copos,
com os nomes distribuídos conforme o lugar que cada um seguia na formação com o seu F-84G Thunderjet.  


Para fechar uma nota de apontamento do Cap. PILAV Fernando Moutinho.

(O 5187 era o avião reserva, daí os membros da equipa voarem nele sempre que os "seus" estivessem em inspecção ou algo semelhante.
Por exemplo, voei nele a 20, 23 de Maio e 21 Junho e, na Exibição na Bélgica que foi a 29 de Jun., já utilizei o habitual 5168.)

Sendo assim, todos os pilotos dos «DRAGÕES» voaram o F-84G n.º 5187
o que torna este avião um autentico tesouro da nossa aviação e que honra a memória dos «DRAGÕES».

Agradecimento ao Cap. PILAV Fernando Moutinho


VB: Mais um excelente “voo” que executas Paulo.
É o trabalho com muita qualidade com a particularidade de os seus autores serem o Fernando Moutinho, o Tertuliano mais idoso e fundador da Esqª. “Dragões” e o Paulo Moreno o Tertuliano mais novo desta unidade.

https://mail.google.com/mail/u/0/images/cleardot.gif

1 comentário:

  1. Humildemente quero agradecer o poder colaborar neste nobre espaço, que honra o passado e o presente da FAP, e de quem por lá passou.
    Um Bom Ano de 2014.
    Paulo Moreno

    ResponderEliminar